29 de Janeiro de 2014 / às 17:08 / 4 anos atrás

Banco Central lança moedas comemorativas da Copa do Mundo de 2014

29 Jan (Reuters) - Colecionadores podem adquirir a partir desta quarta-feira as moedas comemorativas oficiais da Copa do Mundo de 2014, fabricadas pela Casa da Moeda do Brasil, após o lançamento ter sido adiado por alguns dias.

Moedas comemorativas da Copa do Mundo são lançadas pelo Banco Central nesta quarta-feira. As de ouro (foto) tem valor de face de 10 reais. REUTERS/Ricardo Moraes

Uma cerimônia realizada na sede do Banco Central, em Brasília, marcou o início da comercialização dos nove modelos disponíveis: um de ouro, dois de prata e seis de cuproníquel.

A compra pode ser feita no site do Banco do Brasil, por meio de boleto bancário ou débito em conta corrente. Na sede do BC e em suas representações regionais em Belém, Belo Horizonte, Curitiba, Fortaleza, Porto Alegre, Recife, Rio de Janeiro, Salvador e São Paulo a compra pode ser feita somente em dinheiro.

A moeda de ouro, com 4,4 gramas, 16 milímetros de diâmetro e valor de face de 10 reais, custa 1.180 reais. Uma bola na rede orna um dos lados da peça, enquanto a taça de campeão estampa o outro. A tiragem máxima será de 5 mil moedas, embora por ora apenas 2.720 estejam sendo disponibilizadas.

Um pouco maiores, com 27g e 40mm, os dois modelos de prata vêm com valor de face de 5 reais e são vendidos a 190 reais. As imagens cunhadas nas moedas homenageiam as cidades-sede dos jogos e também o mascote da Copa, o Fuleco. Neste primeiro momento, 12 mil estão disponíveis, com a tiragem podendo chegar a 20 mil.

Os seis modelos mais baratos, em cuproníquel, com 10,17g, 30mm e valor de face de 2 reais, saem a 30 reais. Todos trazem o mapa do Brasil de um lado e do outro lances clássicos do futebol. A tiragem inicial é de 7,4 mil unidades, e a máxima de 20 mil.

A partir de março, também será comercializada uma cartela com o conjunto das seis moedas de cuproníquel, por 140 reais.

Acompanham todas as moedas um certificado de autenticidade com selo holográfico da Fifa.

Reportagem de Felipe Pontes, no Rio de Janeiro

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below