May 21, 2014 / 5:33 PM / 4 years ago

Dilma recebe oficialmente apoio do PTB para a reeleição

BRASÍLIA (Reuters) - O PTB, partido do ex-deputado Roberto Jefferson, delator do escândalo do mensalão e condenado pelo Supremo Tribunal Federal (STF) na ação penal que analisou o caso, oficializou nesta quarta-feira o apoio à reeleição da presidente Dilma Rousseff.

Em 2010, quando Dilma se elegeu presidente, o PTB apoiou a candidatura de José Serra, do PSDB, mas logo após o início do governo passou a integrar a base aliada da petista no Congresso.

O partido contribuirá também com cerca de um minuto para propaganda eleitoral de rádio e TV de Dilma. O PTB tem 19 deputados e seis senadores.

Dilma agradeceu o apoio e lembrou que o partido é o símbolo do projeto político do ex-presidente Getúlio Vargas.

“Sem sombra nenhuma de dúvida, Getúlio Vargas é um dos fundadores do Brasil moderno. Mesmo os que querem virar a página do Getúlio não conseguirão porque ele integra a página do Brasil moderno”, afirmou no almoço oferecido pelo partido em Brasília.

O presidente da legenda, Benito Gama, disse que a reeleição de Dilma tem significado de reeleição também para os quadros do PTB, que mira eleger ao menos 27 deputados nessa eleição.

“(Sua reeleição) é muito importante para nós, para o Brasil, para o nosso PTB e para uma nova governança de um futuro que se avizinha”, disse Gama.

Dilma ressaltou a importância da aliança com o PTB, mas lembrou que tem também uma “aliança feita por baixo com a população desse país”, reafirmando o crescimento de renda dos trabalhadores e a retirada de 42 milhões de pessoas da pobreza extrema.

E para afagar o novo aliado formal, Dilma disse que fará o possível para eleger o senador Armando Monteiro (PE) para o governo de Pernambuco, terra de um dos seu principais adversários na disputa presidencial, Eduardo Campos (PSB).

“Considero fundamental a eleição do Armando Monteiro em Pernambuco, ele pode contar, e ele sabe disso, com todos nós, porque ele representa um projeto muito adequado para o Estado”, afirmou.

“Para nós interessa que o PTB tenha uma bancada forte no plano federal e um Senado forte e estaremos atentos para dar suporte para que isso ocorra”, acrescentou a presidente, que alertou, porém, que o país é muito grande e há diferenças regionais que dificultam uma aliança em todos as disputas locais.

“Temos certeza que vamos construir uma aliança cada vez mais madura. O Brasil precisa disso... O Brasil precisa do comprometimento de todos os políticos com reforma política”, disse Dilma, indicando que esse será um dos seus compromissos durante a campanha eleitoral.

Reportagem de Jeferson Ribeiro

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below