August 13, 2014 / 10:14 AM / 4 years ago

Ucrânia diz que não permitirá entrada de comboio de ajuda russo

KIEV (Reuters) - O primeiro-ministro ucraniano, Arseny Yatseniuk, denunciou o comboio de ajuda humanitária enviado pela Rússia como um ato de “cinismo” russo, e o ministro do Interior da Ucrânia disse que não será permitido que entre no país.

Comboio russo de ajuda humanitária para a Ucrânia em estrada perto de Yelets. 12/08/2014 REUTERS/Maxim Shemetov

Falando em uma reunião do governo, Yatseniuk disse: “o nível do cinismo russo não conhece nenhum limite. Primeiro eles mandam tanques, mísseis e bandidos que atiram contra ucranianos e depois eles enviam água e sal”.

O ministro do Interior, Arsen Avakov, disse em sua página no Facebook: “Nenhum ‘comboio humanitário’ de Putin será permitido atravessar o território da região de Kharkiv. Não será permitida a provocação de um agressor cínico”.

Reportagem de Natalia Zinets

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below