August 28, 2014 / 5:28 PM / 4 years ago

Coluna de blindados é vista no sul da Rússia perto de fronteira com Ucrânia

KRASNODAROVKA Rússia (Reuters) - Uma repórter da Reuters viu nesta quinta-feira uma coluna de veículos blindados e soldados cobertos de poeira, um dos quais com o rosto ferido, transitando em território russo junto à fronteira com uma região da Ucrânia que o governo de Kiev diz estar ocupada por tropas russas.

Caminhão militar reboca veículo danificado perto de Krasnodarovka na região de Rostov. 28/08/2014 REUTERS/Maria Tsvetkova

Nenhum dos homens ou veículos possuíam identificação militar padrão, mas a repórter viu um helicóptero Mi-8 com uma insígnia de uma estrela vermelha —condizente com marcas dos militares russos— pousando próximo a uma tenda militar de primeiros socorros.

Perguntado se acompanhava militares russos, um homem com farda camuflada e sem qualquer insígnia de identificação, que circulava pela área da tenda, disse apenas: “Somos patriotas”.

A coluna de veículos blindados se dirigia ao leste, afastando-se da fronteira em direção aos campos adjacentes à vila de Krasnodarovka, na região russa de Rostov.

A localização fica a cerca de 3 km da fronteira entre Rússia e Ucrânia e a 30 km da cidade ucraniana de Starobesheve, que Kiev diz ter sido ocupada pelas forças russas em apoio aos rebeldes separatistas pró-Moscou.

A coluna era composta por dois veículos de transporte de tropas, seis caminhões militares e uma escavadeira militar. Os soldados que seguiam sobre os veículos tinham os rostos sujos de poeira e um deles possuía um curativo na face.

Um dos caminhões tinham o para-brisa e faróis quebrados e era rebocado por um outro caminhão. Todos os veículos estavam marcados com círculos brancos.

Na estrada que leva a Krasnodarovka havia mais caminhões com os mesmos círculos brancos, alguns indo em direção à fronteira com a Ucrânia e alguns no sentido contrário.

Muitos dos homens em fardas camufladas vistos pela Reuters na lado russo da fronteira tinhas tecidos brancos amarrados nos braços e pernas. Isso coincide com a descrição dos homens armados não identificados vistos por civis ucranianos ao redor de Starobesheve nas últimas 48 horas.

“UM DE NÓS”

Um dos homens com farda camuflada em um campo onde as primeiras tendas de primeiros socorros estavam localizadas respondeu, ao ser questionado sobre o significado do tecido branco: “Isso quer dizer que está ok, você é um dos nossos”.

Outro homem que também usava o tecido branco amarrado ao braço disse à Reuters que era da cidade russa de Ivanovo, cerca de 1,4 mil km ao norte. Ivanovo é base de uma divisão aérea dos militares russos.

Todos os homens uniformizados com os quais a Reuters falou se negaram a responder se faziam parte ou não das Forças Armadas russas.

Após um tempo, soldados de fronteira russos chegaram e levaram a repórter da Reuters para uma vila mais afastada da fronteira, dizendo que ela não tinha permissão para estar na zona de fronteira. Eles apagaram as fotos dos veículos militares do celular da repórter.

A Rússia nega que suas tropas tenham entrado no leste da Ucrânia ou que esteja enviando equipamento militar à Ucrânia para ajudar a rebelião separatista.

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below