August 29, 2014 / 10:29 AM / in 4 years

Separatistas na Ucrânia aceitam abrir corredor humanitário para tropas de Kiev

MOSCOU/DONETSK Ucrânia (Reuters) - Rebeldes pró-Rússia combatendo na Ucrânia disseram nesta sexta-feira que vão atender a um pedido do Kremlin e abrir um “corredor humanitário” para permitir a retirada de tropas ucranianas que estão cercadas por eles.

Separatistas pró-Rússia caminham por um memorial de guerra em ruínas em Savur-Mohyla, um monte a leste da cidade de Donetsk, na Ucrânia. 28/08/2014. REUTERS/Maxim Shemetov

Não ficou claro como o governo em Kiev iria reagir à oferta, sugerida pelo presidente russo, Vladimir Putin, mas inicialmente os militares ucranianos deram uma resposta negativa. Num comunicado, os militares disseram que o pedido de Putin apenas demonstrava que “essas pessoas (os separatistas) são lideradas e controladas diretamente pelo Kremlin”.

O governo ucraniano tem acusado soldados russos de entrarem ilegalmente no leste ucraniano e, com o apoio dos Estados Unidos e de seus aliados europeus, vem dizendo que combaterá para defender seu território.

Por Aleexei Anischuk e Anton Zverev

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below