November 8, 2014 / 2:52 PM / in 4 years

Rebeldes do Sudão do Sul acusam tropas do governo de violar cessar-fogo

ADDIS ABABA (Reuters) - Forças rebeldes no Sudão do Sul acusaram o governo neste sábado de quebrar um acordo de cessar-fogo, poucas horas depois de ambos os lados se comprometerem a parar de lutar e dar um fim ao seu conflito de meses de duração.

Os combates se iniciaram em dezembro no Sudão do Sul, que obteve independência do Sudão em 2011, depois de meses de tensão política entre o presidente Salva Kiir e seu vice demitido, Riek Machar.

Taban Deng Gai, negociador-chefe dos rebeldes, disse em um comunicado que as tropas do governo “avançaram de Bentiu e Pariang e atacaram nossas posições em Tor e Hofra no estado de Unity”.

Unity é o centro petrolífero o país e palco de confrontos no fim do mês passado. Nem o governo do Sudão do Sul nem os mediadores do bloco regional IGAD estavam disponíveis de imediato para comentar o tema.

(Por Aaron Maasho)

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below