December 6, 2014 / 2:37 PM / 3 years ago

Estado Islâmico mata 16 pessoas de tribo iraquiana

BAGDÁ (Reuters) - Combatentes do Estado Islâmico sequestraram e mataram 16 membros de uma tribo iraquiana que lutou contra o grupo militante sunita na província ocidental de Anbar, afirmaram um líder tribal e uma fonte em um hospital neste sábado.

O chefe tribal Sheikh Naeem al-Ga‘oud disse à Reuters que o Estado Islâmico capturou os homens da tribo Albu Nimr há três dias. Seguindo uma dica, membros da tribo fizeram buscas em um local a cerca de 10 quilômetros ao norte da cidade de Hit, e encontraram os corpos em um poço de água.

Os corpos foram transferidos para um hospital em Hit, onde um médico disse que eles tinham ferimentos de bala na cabeça e no peito.

Combatentes do Estado islâmico mataram centenas de membros da tribo Albu Nimr desde que tomaram o controle de Hit há dois meses. A cidade fica a cerca de 150 quilômetros a oeste de Bagdá.

Os militantes sunitas, que varreram o norte do Iraque em junho em direção à Bagdá, perderam terreno nos últimos dois meses ao norte da capital, mas têm reforçado seu controle em partes de Anbar, a oeste. O governo do Iraque é liderado por xiitas.

Por Ahmed Rasheed e Raheem Salman

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below