December 31, 2014 / 1:27 PM / 3 years ago

Corpo com colete salva-vidas levanta questões sobre acidente da AirAsia

PANGKALAN BUN/SURABAYA, Indonésia (Reuters) - O corpo de uma das vítimas do acidente da AirAsia recuperado nesta quarta-feira estava usando colete salva-vidas, afirmou um oficial indonésio de uma equipe de buscas, levantando novas questões sobre como o desastre aconteceu.

Equipes de resgate e busca da Indonésia descarregam corpo de duas vítimas do acidente aéreo da AirAsia em Pangkalan Bun. 31/12/2014 REUTERS/Darren Whiteside

As equipes de resgate acreditam terem encontrado o avião no fundo do oceano de Bornéu, depois que um sonar detectou um grande e escuro objeto debaixo das águas próximo ao local onde os destroços e corpos foram encontrados na superfície.

Navios e aviões têm vasculhado o oceano de Java em busca do voo QZ8501 desde domingo, quando a aeronave perdeu contato durante mau tempo cerca de 40 minutos depois de decolar da cidade indonésia de Surabaya rumo a Cingapura.

Sete corpos foram recolhidos do mar, alguns deles completamente vestidos, o que pode indicar que o Airbus A320-200 estava intacto quando atingiu a água. Isso pode sustentar a teoria de que o avião teria tido um problema aerodinâmico.

Dois corpos, em caixões enfeitados com flores e marcados com os números 001 e 002, chegaram a Surabaya em um avião da força aérea, segundo imagens de TV mostraram.

O fato de uma pessoa estar vestindo colete salva-vidas sugere que aqueles que estavam a bordo tiveram tempo antes de o avião atingir a água ou antes de ele afundar.

E ainda assim os pilotos não emitiram sinal de socorro. A aeronave desapareceu depois de pedir permissão para voar mais alto, para evitar o mau tempo.

“Esta manhã, nós recuperamos um total de quatro corpos e um deles estava vestindo um colete salva-vidas”, declarou à Reuters Tatang Zaenudin, oficial da agência de busca e resgate.

Ele se recusou a especular a respeito do que a descoberta poderia significar. O presidente-executivo da AirAsia, Tony Fernandes, disse aos repórteres que ainda não havia confirmação da imagem do sonar, nem da informação de um corpo usando o colete salva-vidas.

Um piloto que trabalha para uma transportadora do Golfo disse que o colete salva-vidas indica que o acidente não foi causado por uma “falha catastrófica”. Em vez disso, o avião pode ter tido um problema e depois caído, possivelmente porque os instrumentos congelaram e forneceram leituras imprecisas aos pilotos.

“Havia tempo. Isso significa que o avião não caiu simplesmente do céu”, disse o piloto, que não quis se identificar.

Ele afirmou ainda que poderia demorar alguns minutos para um avião cair de uma altura de 30.000 pés e que os pilotos podem ter vivenciado “visão de túnel ... muito sobrecarregados” para enviar uma mensagem de socorro.

A maioria de quem estava a bordo era indonésia. Nenhum sobrevivente foi encontrado.

Por Fergus Jensen e Gayatri Suroyo

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below