January 9, 2015 / 9:43 AM / 4 years ago

Suspeito de ataque em Paris encontrou pregador da Al Qaeda no Iêmen, diz fonte

SANAA (Reuters) - Um dos dois irmãos suspeitos de realizaram o ataque a um jornal semanal de sátiras em Paris, que deixou 12 mortos, visitou o Iêmen em 2011 e se encontrou com o pregador da Al Qaeda Anwar al Awlaki, que está morto, durante sua estadia no país, disse à Reuters uma fonte de inteligência iemenita nesta sexta-feira.

A fonte disse que Said Kouachi esteve no Iêmen por vários meses em 2011 como um dos estrangeiros que entraram no país para realizar estudos religiosos, mas não houve informação confirmada sobre ele ter sido treinado pela Al Qaeda na Península Arábica (Aqap), um dos braços mais ativos do grupo militante.

Os suspeitos são dois irmãos franceses filhos de argelinos, ambos na casa dos 30 anos e que já estavam sob observação da polícia. Teriam sido eles que na quarta-feira invadiram a sede do jornal semanal de sátiras Charlie Hebdo, em Paris, e mataram a tiros 12 pessoas.

Reportagem de Mohammed Ghobari

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below