January 17, 2015 / 4:17 PM / 4 years ago

Marrocos desmantela célula de recrutamento para o Estado Islâmico

RABAT (Reuters) - O Marrocos disse neste sábado que desmantelou uma célula de militantes islâmicos que enviava combatentes para a Síria e o Iraque para se juntar Estado Islâmico e organizar ataques no retorno ao país.

A célula, a mais recente de uma série de grupos radicais que autoridades dizem ter descoberto, estava ativo nas cidades de Meknes e de El-Hajeb e El-Hoceima nas montanhas Rif do Norte, disse o Ministério do Interior em comunicado.

Ele disse que o chefe da célula tinha estado em contacto com Estado Islâmico e enviado voluntários.

“De acordo com relatórios de inteligência, os marroquinos que lutam na Síria e no Iraque foram treinados no manejo de armas e explosivos de fabricação para perpetrar ataques após o regresso ao Marrocos”, disse o comunicado.

“Alguns dos oito membros da célula foram condenados em outros casos de terrorismo no passado.”

Uma fonte de segurança marroquina disse à Reuters que o governo acredita que quase 2.000 marroquinos que lutaram na guerra civil na Síria e no Iraque com Estado islâmico.

“Cerca de 200 voltaram para casa e todos eles foram presos, principalmente no aeroporto quando pousaram”, disse a fonte.

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below