January 19, 2015 / 9:18 AM / 4 years ago

UE vai contestar decisão de que Hamas deve ser removido de lista de terrorismo

BRUXELAS (Reuters) - A União Europeia entrará com um apelo contra a decisão judicial de que o grupo islamita palestino Hamas deve ser removido da lista de terroristas compilada pelo bloco, disse na segunda-feira uma autoridade da UE.

Palestinos apoiadores do Hamas participam de marcha para celebrar 27 anos da fundação do movimento, na Faixa de Gaza. 12/12/2014 REUTERS/Mohammed Salem

“O Conselho (da UE) decidiu apelar à Justiça para que o Hamas permaneça na lista de terroristas da UE”, disse a porta-voz da UE Susanne Kiefer no Twitter.

Uma corte da UE decidiu no mês passado que o Hamas deveria ser removido da lista de terroristas, afirmando que a decisão com essa determinação fora baseada em notícias da mídia e que não foram consideradas análises de autoridades competentes.

Reportagem de Adrian Croft

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below