January 25, 2015 / 12:12 PM / 4 years ago

EUA vão considerar ações adicionais para conter avanço da Rússia sobre Ucrânia, diz Obama

NOVA DÉLHI (Reuters) - O presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, afirmou neste domingo que o apoio da Rússia estava por trás da violação do último cessar-fogo na Ucrânia e disse que os EUA vão considerar todas as opções adicionais, menos ação militar, para conter Moscou sobre seu vizinho.

“Estamos profundamente preocupados sobre a última violação do cessar-fogo com a Rússia”, disse Obama a jornalistas em Nova Délhi, acrescentando que “não será efetivo entrar em um conflito militar com a Rússia”.

Por John Chalmers

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below