January 27, 2015 / 3:48 PM / 3 years ago

Autoridades japonesas reúnem-se após divulgação de novo vídeo supostamente de refém, diz NHK

TÓQUIO (Reuters) - Autoridades japonesas reuniram-se nesta terça-feira para avaliar a autenticidade de um vídeo que supostamente contém a voz de Kenji Goto, jornalista mantido refém pelo Estado Islâmico, informou a emissora de TV pública NHK.

Telão mostra imagem de Goto, jornalista mantido refém pelo Estado Islâmico. 25/1/2015 REUTERS/Yuya Shino

No vídeo, que mostra uma foto de Goto, o locutor diz que tem “apenas 24 horas de vida” e que um piloto jordaniano, que também estaria nas mãos de militantes do grupo jihadista, “tem ainda menos” tempo.

A Reuters não pôde verificar de imediato a identidade do locutor, mas a voz era similar à de uma gravação anterior que o governo japonês disse acreditar ser de Goto.

Reportagem Kevin Krolicki e Oliver Holmes

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below