15 de Fevereiro de 2015 / às 17:48 / em 3 anos

Suspeito de ataques nasceu na Dinamarca e tinha 22 anos, diz polícia

COPENHAGUE (Reuters) - O homem suspeito de ter atacado uma sinagoga em Copenhague e um local onde se realizava um debate sobre liberdade de expressão no sábado nasceu na Dinamarca, tinha 22 anos e era conhecido da polícia por seus antecedentes criminais, disse a polícia em comunicado neste domingo.

A polícia informou ter identificado o homem, que foi morto em um tiroteio na manhã deste domingo, mas não divulgou o nome.

Reportagem de Teis Jensen

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below