February 23, 2015 / 10:39 AM / 4 years ago

Forças da Ucrânia dizem que não podem retirar armas pesadas enquanto ataques continuam

KIEV (Reuters) - As Forças Armadas da Ucrânia disseram nesta segunda-feira que não podem iniciar a retirada de armamentos pesados da frente de batalha no leste uma vez que os separatistas pró-Rússia não pararam de acatar posições do governo, apesar de um acordo de cessar-fogo.

Membros das Forças Armadas ucranianas em veículo militar perto de Debaltseve, no leste da Ucrânia. 16/02/2015 REUTERS/Gleb Garanich

Durante o fim de semana, rebeldes e militares ucranianos disseram ter chegado a um acordo para iniciar o processo de retirada de armas, como estabelecido no acordo de cessar-fogo que entrou em vigor em 15 de fevereiro.

A violência diminuiu consideravelmente nos últimos dias, mas os rebeldes bombardearam tropas do governo durante a noite duas vezes, de acordo com o porta-voz militar ucraniano Anatoly Stelmakh.

“Uma vez que as posições dos militares ucranianos continuam a ser bombardeadas, ainda não pôde ocorrer nenhum conversa sobre retirada de armas”, disse o porta-voz Vladislav Seleznyov em entrevista transmitida pela televisão.

Reportagem de Pavel Polityuk

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below