February 27, 2015 / 11:04 AM / 4 years ago

Jovens canadenses desaparecidos podem ter se juntado ao Estado Islâmico, diz mídia

Ministro de Segurança Pública do Canadá, Steven Blaney, durante encontro em Ottawa. 24/02/2015 REUTERS/Chris Wattie

TORONTO (Reuters) - Autoridades canadenses acreditam que quatro jovens homens e duas mulheres que desapareceram de Quebec em janeiro viajaram para o Oriente Médio para se juntar ao Estado Islâmico, de acordo com relatos da mídia na quinta-feira.

O jornal The Globe and Mail disse que pelo menos quatro do grupo de jovens estudavam na Montreal’s College de Maisonneuve.

Segundo o Global News, o grupo de jovens foi para a Turquia, ponto de entrada para muitos que buscam se juntar a militantes na Síria, e autoridades canadenses perderam vestígios do paradeiro deles.

Perguntado por repórteres, o ministro de Segurança Pública do Canadá, Steven Blaney, disse na quinta-feira que não poderia comentar sobre questões operacionais.

Mas adicionou que relatos de tais recrutamentos ressaltam a necessidade da legislação que o governo está tentando criar para deter os chamados viajantes de alto-risco.

Reportagem de Jeffrey Hodgson, com reportagem adicional de David Ljunggren

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below