March 2, 2015 / 2:08 PM / 3 years ago

Kerry diz que pressionou Lavrov sobre acordo de cessar-fogo na Ucrânia

GENEBRA (Reuters) - O secretário de Estado norte-americano, John Kerry, disse que afirmou ao chanceler russo, Sergey Lavrov, nesta segunda-feira, que Moscou e os separatistas pró-Rússia no leste da Ucrânia precisam implementar um cessar-fogo ou enfrentarão consequências que podem atingir a economia russa.

Secretário de Estado norte-americano, John Kerry, durante entrevista coletiva em Genebra. 02/03/2015 REUTERS/Evan Vucci/Pool

Kerry afirmou, em entrevista coletiva em Genebra, que o cessar-fogo precisa ser respeitado em todas as áreas, inclusive na cidade de Debaltseve, perto da cidade de Mariupol.

“Se isso não acontecer, se continuar a ocorrer essa grande quantidade de não cumprimento... então haverá, inevitavelmente, novas consequências que colocariam mais pressão sobre a economia já conturbada da Rússia”, disse.

Nesta segunda-feira, o Escritório de Direitos Humanos da ONU disse que o número de mortos no leste da Ucrânia passou de 6.000 desde abril de 2014.

Kerry disse esperar que o acordo de cessar-fogo e o monitoramento da OSCE sejam implementados “nas próximas horas, certamente não dias”, e que abordou a questão com Lavrov em reunião que durou cerca de uma hora e 20 minutos.

“Ele me garantiu que eles têm a intenção de cuidar para que os acordos sejam de fato implementados. Ele disse que iria me retornar em relação a uma série de questões que levantei”, disse Kerry.

Reportagem de Arshad Mohammed e Stephanie Nebehay

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below