March 10, 2015 / 10:49 AM / 3 years ago

Embaixador dos EUA na Coreia do Sul deixa hospital após levar facada

Por James Pearson

Embaixador dos EUA na Coreia do Sul, Mark Lippert, acenando ao sair do hospital em Seul. 10/03/2015 REUTERS/Kim Hong-Ji

SEUL (Reuters) - O embaixador dos Estados Unidos na Coreia do Sul deixou um hospital de Seul nesta terça-feira, cinco dias após ter sido atacado com uma faca por um sul-coreano com um histórico de protestos violentos e recebido 80 pontos no rosto devido ao ferimento.

A polícia planeja indiciar o agressor Kim Ki-jong, de 55 anos, por tentativa de homicídio pelo ataque ocorrido durante um fórum que debatia a reunificação coreana. O embaixador, Mark Lippert, sofreu um corte profundo no rosto e um ferimento no punho.

Lippert, de 42 anos, se tornou conhecido por adotar um estilo próximo e informal desde que assumiu o posto em Seul em novembro, e o ataque despertou dúvidas sobre sua segurança.

“Tornamos nossa missão sermos abertos e amigáveis, e isso não vai mudar”, disse Lippert em uma entrevista coletiva lotada, em meio a forte esquema de segurança no hospital da Universidade Yonsei.

Kim fora condenado em 2010 por tentar atacar o embaixador japonês arremessando um pedaço de concreto. Ele disse depois que atacou Lippert que estava protestando contra exercícios militares conjuntos entre EUA e Coreia do Sul, que começaram na semana passada.

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below