March 11, 2015 / 1:48 PM / 3 years ago

Forças iraquianas entram em bairro do norte de Tikrit, diz governador

Por Ahmed Rasheed

Tanque iraquiano na cidade de al-Alam, antes de ataque em Tikrit. 10/03/2015 REUTERS/Thaier Al-Sudani

BAGDÁ (Reuters) - As forças de segurança iraquianas e combatentes de milícias xiitas capturaram parte do norte do distrito de Qadisiya, em Tikrit, nesta quarta-feira, em seu primeiro avanço para retomar o controle da cidade tomada há nove meses por militantes do Estado Islâmico, disseram autoridades do setor de segurança e o governador provincial.

Cidade-natal do ex-presidente Saddam Hussein, que foi executado, Tikrit é o foco da maior contra-ofensiva do governo do Iraque para expulsar o Estado Islâmico de territórios que ocupou no ano passado no norte e centro do país.

Mais de 20.000 soldados e milícias xiitas apoiadas pelo Irã, conhecidas como Hashid Shaabi, com suporte de tribos sunitas locais, lançaram a ofensiva há dez dias, retomando território ao leste e ao longo do rio Tigre, ao norte e ao sul.

Na terça-feira, eles tomaram a cidade de al-Alam, no extremo norte de Tikrit, abrindo o caminho para um ataque à cidade.

“O governador de Saladino (província iraquiana) anuncia o expurgo de metade do distrito de Qadisiya, o maior dos bairros de Tikrit”, disse um comunicado do gabinete do governador Raed al-Jubouri.

Os combatentes do Exército e das milícias içaram a bandeira nacional em um hospital militar da parte de Qadisiya que tomaram dos militantes do Estado Islâmico, disseram autoridades do setor de segurança.

A ofensiva desta quarta-feira de manhã parou, em seguida, quando ficou sob o fogo de franco-atiradores e também para desarmar bombas colocadas nas estradas e em edifícios.

A oeste de Tikrit as forças tiveram de deter seu avanço por causa de um campo minado na periferia da cidade. Ao sul, o Exército e dois helicópteros militares bombardearam posições Estado islâmico, mas não estava havendo operação terrestre, disseram as fontes.

Autoridades do setor de segurança disseram na terça-feira que os combatentes do Estado Islâmico explodiram uma ponte sobre o rio Tigre, o que poderia dificultar um ataque coordenado na cidade a partir de diferentes direções.

Se o governo liderado pelos xiitas do Iraque for capaz de retomar Tikrit, essa seria a primeira cidade recuperada dos insurgentes sunitas, o que daria impulso à próxima fase crucial da campanha: a reconquista de Mossul, a maior cidade do norte do país.

Mosul é a maior cidade em posse do Estado Islâmico, que agora governa um regime que define como califado em regiões sunitas da Síria e do Iraque.

Reportagem adicional de Saif Hameed

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below