March 19, 2015 / 11:19 AM / in 3 years

Justiça da Indonésia adia decisão sobre australianos condenados à morte

Por Kanupriya Kapoor

Andrew Chan e Myuran Sukumaran em cela antes de audiência em Bali, em foto de arquivo. 14/02/2015 REUTERS/Nyoman Budhiana/Antara Foto

JACARTA (Reuters) - Dois australianos condenados por tráfico de drogas que estão no corredor da morte na Indonésia não serão executados neste mês, após uma ordem judicial desta quinta-feira adiar a audiência do recurso contra a rejeição do pedido por clemência presidencial.

Os australianos Myuran Sukumaran e Andrew Chan já foram transferidos para a ilha-prisão de Nusakabangan, onde as execuções serão realizadas.

Os dois australianos estão entre um grupo de 10 condenados por tráfico de drogas que serão executados juntos por um pelotão de fuzilamento em Nusakabangan. O grupo inclui cidadãos da França, Brasil, Filipinas, Gana, Nigéria e Indonésia.

Sukumaran e Chan foram presos em 2005 como líderes de um cartel que transportava heroína para fora da Indonésia.

Em janeiro, a Indonésia executou um brasileiro condenado por tráfico de drogas, num caso que levou os dois países a chamarem de volta seus embaixadores para consultas e provocou tensões diplomáticas.

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below