March 27, 2015 / 12:27 PM / 3 years ago

Investigadores encontram evidências de que copiloto da Germanwings escondeu doença

BERLIM (Reuters) - Procuradores alemães disseram nesta sexta-feira que encontraram evidências de que Andreas Lubitz, o copiloto da Germanwings que é suspeito de deliberadamente derrubar o avião de passageiros nos Alpes franceses, escondeu de seus empregadores um problema médico não especificado.

“Documentos com conteúdos médicos que foram apreendidos apontam para uma doença existente e tratamento correspondente por médicos”, disse a procuradoria em Duesseldorf, onde o piloto morava e destino do voo que decolou de Barcelona.

“O fato de que existem anotações de doença dizendo que ele não podia trabalhar, entre outras coisas, que foram encontradas rasgadas, que eram recentes e até do dia do crime, reforçam a suposição baseada no exame preliminar que o falecido escondeu sua doença de seus empregadores e seus colegas profissionais”, disse a procuradoria.

Os procuradores disseram em comunicado que os documentos foram encontrados nas casas de Lubitz em Duesseldorf e na cidade de Montabaur, no Estado da Renânia-Palatinado.

Reportagem de Stephen Brown, Victoria Bryan e Erik Kirschbaum

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below