March 31, 2015 / 11:14 AM / 4 years ago

Estado Islâmico ataca vilarejo sírio e mata 30, dizem monitores

BEIRUTE (Reuters) - Militantes do Estado Islâmico mataram pelo menos 30 pessoas durante a noite em um vilarejo sírio perto da cidade de Hama, como parte de uma série de ataques do grupo radical em áreas do governo no oeste da Síria, disse um grupo que monitora o conflito.

Uma fonte militar da Síria disse que o Exército repeliu o ataque em Mabouja, a 60 quilômetros da cidade de Hama. O oficial disse que o grupo radical matou civis na cidade, mas não tinha um número exato de mortos.

O Observatório Sírio para os Direitos Humanos, que usa uma rede de contatos para monitorar a guerra civil que já dura quatro anos, disse que os militantes mataram famílias inteiras.

A população atacada inclui alauítas e ismailis - grupos considerados hereges pelos islâmicos sunitas, doutrina adotada pelo Estado Islâmico, disse Rami Abdulrahman, que chefia o Observatório.

Moradores alauítas, ismailis e sunitas estavam entre os mortos, disse Abdulrahman.

A área fica a cerca de 200 quilômetros de Raqqa - capital do califado auto-declarado do Estado Islâmico, que alcança territórios na Síria e Iraque. O califado faz parte da região oeste onde o presidente sírio, Bashar al-Assad, tem procurado aumentar o seu controle.

Assad, um alauíta, tenta apoiar diversos membros das comunidades minoritárias sírias que temem os islâmicos extremistas.

Reportagem de Tom Perry

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below