April 10, 2015 / 2:33 PM / 3 years ago

Caixa e Ministério da Saúde têm contratos investigados em nova fase da Lava Jato

CURITIBA (Reuters) - A nova fase da operação Lava Jato, lançada nesta sexta-feira, abrange investigações sobre empresa de publicidade contratada pela Caixa e o Ministério da Saúde que subcontratava empresas do ex-deputado federal cassado André Vargas e seu irmão Leon, disseram delegados da Polícia Federal e promotores do Ministério Público.

“O Ministério da Saúde e a Caixa Econômica contratam uma empresa de publicidade, ela subcontrata empresas em que o Leon e o André são sócios, essas empresas não existem fisicamente, e recebem um percentual equivalente a 10 por cento do contrato firmado com a empresa principal, então nos leva a crer que provavelmente seja um percentual a ser desviado para os agentes públicos”, disse Igor Romário de Paula, delegado da PF, em entrevista coletiva no prédio da PF em Curitiba.

André Vargas, que já foi vice-presidente da Câmara, se desfiliou do PT em abril do ano passado após o surgimento das primeiras denúncias envolvendo seu nome no âmbito da Lava Jato

O nome de Vargas apareceu nas investigações da PF por denúncias de envolvimento com o doleiro Alberto Youssef, apontado como um dos operadores do esquema bilionário de corrupção envolvendo a Petrobras.

Reportagem de Sergio Spagnuolo

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below