April 17, 2015 / 12:37 PM / 3 years ago

Polícia sul-africana dispersa grupo de autodefesa de imigrantes

JOHANESBURGO (Reuters) - A polícia sul-africana disparou balas de borracha e uma granada de efeito moral nesta sexta-feira para dispersar um grupo de imigrantes africanos armados com facões em um bairro degradado do leste de Johanesburgo, disse um fotógrafo da Reuters.

A África do Sul tem sido alvo de uma onda de violência contra imigrantes africanos e de outras regiões nas últimas duas semanas. Os estrangeiros se queixam da falta de proteção e alguns começaram a se armar.

Dezenas de manifestantes sul-africanos anti-imigrantes se concentraram para enfrentar o grupo de autodefesa, mas também foram dispersados pela polícia.

Um fotógrafo da mídia, que não quis dar seu nome, disse à Reuters que foi atacado por manifestantes sul-africanos e teve seu equipamento roubado.

Pelo menos quatro pessoas foram mortas nos distúrbios que começaram há duas semanas em Durban, uma importante cidade portuária na costa do país no Oceano Índico, onde novos confrontos eclodiram na quinta-feira.

A violência teve início dias depois de o rei zulu Goodwill Zwelithini dizer à imprensa que os estrangeiros deveriam deixar a África do Sul. Posteriormente ele afirmou que seus comentários foram mal interpretados.

Reportagem de Siphiwe Sibeko

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below