May 7, 2015 / 10:45 AM / 3 years ago

Irã diz que navio da Maersk foi liberado e deixou águas territoriais do país

ANCARA/LONDRES (Reuters) - O Irã liberou um navio de contêineres com bandeira das Ilhas Marshall e sua tripulação, tomados no mês passado em uma das principais rotas marítimas de petróleo do mundo, disse nesta quinta-feira uma autoridade do Ministério das Relações Exteriores iranaino, de acordo com a agência de notícias Isna.

Contêineres da Maersk em um navio cargueiro, em foto de arquivo. 31/01/2015 REUTERS/Edgar Su

O navio foi desviado em 28 de abril por barcos de patrulha iranianos no Estreito de Hormuz, fazendo com que os Estados Unidos enviassem navios para monitorar a situação e acompanhar os navios com bandeiras norte-americanas que passavam pelo estreito.

“O navio de contêineres da Maersk foi liberado e já deixou águas territoriais iranianas”, disse a porta-voz do Ministério das Relações Exteriores Marzieh Afkham à Isna.

A empresa dinamarquesa vinha insistindo na liberação do navio Maersk Tigris e seus 24 tripulantes.

A Maersk, a maior empresa de transporte de contêineres do mundo, fretou o navio, que segundo a operadora da embarcação, a Rickmers Shipmanagement, é de propriedade de investidores privados não revelados.

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below