June 2, 2015 / 8:24 PM / 3 years ago

Naufrágio na China deixa centenas de desaparecidos, incluindo turistas idosos

CONDADO DE JIANLI, China (Reuters) - Equipes de resgate procuravam nesta terça-feira mais de 400 pessoas, a maioria delas turistas chineses idosos, depois que um navio de cruzeiro foi atingido por um raro tornado no rio Yangtzé, no que pode ser o pior acidente naval chinês em quase 70 anos.

Vista aérea de agentes do resgate trabalhando no local do naufrágio de um navio, no rio Yangtzé, na província de Hubei, na China, nesta terça-feira. 02/06/2015 REUTERS/Stringer

Lutando contra o mau tempo, mergulhadores e outros agentes de ajuda resgataram cinco pessoas encontradas presas no casco virado do Eastern Star de quatro andares, uma pequena parte das 458 pessoas que estavam a bordo do navio na hora do naufrágio na noite de segunda-feira.

As operações de resgate pareciam se estender até a madrugada de terça-feira, com veículos paramilitares, dezenas de policiais e soldados, assim como ambulâncias e caminhões meteorológicos ao redor do local.

Soldados montaram bloqueios nas estradas ao longo de um caminho lamacento, permitindo apenas a passagem de veículos oficiais destinados à região na província central de Hubei.

No principal hospital no condado de Jianli, a polícia protegia a porta de uma sala onde os sobreviventes estavam sendo tratados, impedindo a entrada de repórteres. Três sobreviventes foram colocados na enfermaria geral, enquanto que o resto estava em terapia intensiva, de acordo com uma enfermeira.

Familiares de alguns dos passageiros entraram em confronto com autoridades em Xangai, onde muitos dos que estavam a bordo reservaram suas viagens, com raiva sobre o que disseram ter sido falta de informação sobre seus entes queridos.

Dezenas de barcos de resgate enfrentavam vento e chuva no trecho sul do rio mais longo da Ásia para chegar até o navio, que estava de cabeça para baixo a cerca de 15 metros de profundidade.

A agência de notícias Xinhua informou que os agentes de resgate podiam ouvir pessoas pedindo ajuda de dentro do casco do navio, e a televisão mostrou trabalhadores tentando cortar o casco.

Uma das pessoas retiradas do barco é uma mulher de 65 anos. Mergulhadores conseguiram colocar um respirador no nariz e na boca da vítima para trazê-la à superfície.

Cerca de outra dúzia de pessoas foi resgatada e seis corpos foram recuperados, afirmou a mídia chinesa. Mais 430 pessoas ainda estavam desaparecidas.

A agência de meteorologia da China afirmou que um tornado atingiu a área onde o barco estava, um país onde esse tipo de fenômeno pode acontecer, mas é raro.

Reportagem adicional de Sue-Lin Wong e Brenda Goh, em Xangai; e de Ben Blanchard e Michael Martina, em Pequim

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below