June 4, 2015 / 5:14 PM / 4 years ago

Estudo descarta "hiato" no aquecimento global e diz que temperatura subiu

OSLO (Reuters) - Uma desaceleração evidente no ritmo do aquecimento global nos últimos anos pode ser uma ilusão baseada em dados enviesados, de acordo com um estudo nesta quinta-feira, que não encontrou nenhuma ruptura em uma tendência de aumento das temperaturas.

Em 2013, o painel de especialistas climáticos da Organização das Nações Unidas (ONU) relatou um “hiato” no aquecimento desde cerca de 1998, apesar do aumento das emissões artificiais de gases de efeito estufa.

O novo estudo norte-americano publicado na revista Science, baseado em uma reanálise de dados de temperatura em todo o mundo, não encontrou nenhuma pausa no aquecimento, apontado pela maioria dos especialistas em clima como culpado pela produção de ondas de calor, chuvas torrenciais e níveis do mar mais elevados.

“Não há percepção ... de diminuição na taxa de aquecimento entre a segunda metade do século 20 e os primeiros 15 anos do século 21”, escreveram os especialistas liderados pela Administração Nacional Ocêanica e Atmosférica dos Estados Unidos (NOAA, na sigla em inglês).

A taxa de aumento de temperatura de 2000-14 foi 0,116 grau celsius de uma década, quase idêntica ao 0,113 grau uma década para 1950-99, eles escreveram.

Por Alister Doyle

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below