June 10, 2015 / 5:40 PM / 3 years ago

Obama determina envio ao Iraque de até 450 militares dos EUA

O presidente dos EUA, Barack Obama, faz discurso em Washington. 9/6/2015. REUTERS/Jonathan Ernst

WASHINGTON (Reuters) - O presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, ordenou nesta quarta-feira o envio de até mais 450 militares norte-americanos e a criação de uma nova base de treinamento na província iraquiana de Anbar para ajudar a reconstruir as forças do Iraque na preparação para um batalha para retomar território perdido para o Estado Islâmico.

O plano para ampliar o atual contingente de 3.100 treinadores e conselheiros militares dos EUA no Iraque marca um ajuste de estratégia de Obama, que vem enfrentando pressão para tomar ações contra os insurgentes do Estado Islâmico.

Obama decidiu sobre o novo envio de tropas em resposta a um pedido do primeiro-ministro do Iraque, Haider al-Abadi, de acordo com a Casa Branca. Os dois líderes se encontraram durante a reunião de cúpula do G7 na Alemanha esta semana.

Mas, com Obama firme em sua recusa a enviar tropas para combater ou até mesmo para áreas perto das linhas de frente do combate, é improvável que a nova medida silencie os críticos que dizem que o papel militar limitado dos EUA no conflito não é o bastante para virar a batalha.

Autoridades dos EUA esperam que uma presença militar norte-americana maior em Anbar vai ajudar as forças iraquianas no contra-ataque para retomar a capital da província, Ramadi, que foi tomada pelos insurgentes no mês passado, em uma operação que expôs as fraquezas do Exército iraquiano.

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below