June 21, 2015 / 3:51 PM / in 3 years

Militantes do Estado Islâmico plantam minas e bombas em Palmira, diz grupo

SÃO PAULO (Reuters) - O Estado Islâmico plantou minas e bombas na parte antiga da cidade central síria de Palmira, que abriga ruínas da era romana, disse um grupo de acompanhamento da guerra, neste domingo.

O Observatório Sírio para os Direitos Humanos disse que não estava imediatamente claro se o grupo estava se preparando para destruir as antigas ruínas, ou se plantou as minas para impedir que as forças do governo avancem em direção à cidade, também conhecida como Tadmur.

“Eles colocaram tudo ontem. Eles também colocaram minas ao redor do teatro romano, nós ainda não sabemos qual o verdadeiro motivo disso”, disse à Reuters, Rami Abdulrahman, chefe do Observatório.

Maamoun Abdulkarim, chefe de antiguidades da Síria, disse à Reuters que relatos de que o Estado Islâmico plantou bombas em Palmira “parecem ser verdadeiro”.

“A cidade está refém em suas mãos, a situação é perigosa.”

O grupo muçulmano sunita ultra radical tomou em maio a cidade de 50 mil habitantes, local de uma das mais extensas e bem conservadas ruínas romanas antigas do mundo.

Por Mariam Karouny

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below