June 23, 2015 / 10:44 AM / in 3 years

Coreia do Norte condena "espiões" sul-coreanos a trabalho forçado perpétuo

SEUL (Reuters) - A Coreia do Norte condenou dois sul-coreanos acusados de espionagem à trabalho forçado perpétuo, informou a agência de notícias sul-coreana Yonhap nesta terça-feira, citando uma emissora estatal de rádio norte-coreana.

A Coreia do Norte acusou os dois homens presos em março de trabalharem como espiões para o Serviço de Inteligência Nacional do Sul (NIS, na sigla em inglês) da cidade fronteiriça chinesa de Dandong.

O NIS disse que as acusações são “sem base”. O Sul pediu ao Norte a libertação de quatro de seus cidadãos, incluindo os dois, Kim Kuk Gi e Choe Chun Gil, que disseram em entrevistas à CNN em maio que espionaram para o Sul.

A dupla foi acusada por conspiração para derrubar o Estado, espionagem e entrada ilegal, e foi acusada de trabalhar sob controle dos governos dos Estados Unidos e Coreia do Sul, informou a Yonhap, citando a emissora de rádio da Coreia do Norte.

O Ministério da Unificação da Coreia do Sul, que lida com os laços com o Norte, não pôde confirmar imediatamente a reportagem do Norte.

Reportagem de Jack Kim

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below