June 24, 2015 / 11:04 AM / in 3 years

Ataque a bomba em região chinesa de Xinjiang e resposta da polícia deixam 18 mortos, diz rádio

PEQUIM (Reuters) - Membros da etnia uighur atacaram a polícia com facas e bombas em um posto de verificação do tráfego na região do extremo ocidente chinês de Xinjiang, informou a rádio Free Asia nesta quarta-feira, e ao menos 18 pessoas foram mortas.

O ataque aconteceu no começo do mês muçulmano de jejum do Ramadã, na segunda-feira, na cidade de Kashgar, onde as tensões entre os muçulmanos uighurs que consideram a região seu lar e a maioria chinesa han têm resultado em violência nos últimos anos.

Centenas de pessoas têm sido mortas na região pela violência, que Pequim afirma ser culpa da atividade de militantes islâmicos.

Suspeitos mataram alguns policiais com facas e bombas após passarem em velocidade pelo posto de verificação de trânsito em um carro no bairro de Tahtakoruk, em Kashgar, disse a rádio Free Asia, sediada nos EUA, citando Turghun Memet, agente de uma delegacia policial próxima.

A polícia respondeu ao ataque e matou 15 suspeitos “designados como terroristas”, disse Memet, segundo a rádio Free Asia. Segundo a rádio, no total morreram entre 18 e 28 pessoas, incluindo alguns pedestres, mas as estimativas de mortos da polícia variavam.

Diversas ligações para o governo de Xinjiang e o departamento de segurança pública não foram atendidas. Incidentes do tipo normalmente são noticiados na mídia internacional, mas não são confirmados de imediato pelo governo chinês, quando o são.

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below