25 de Novembro de 2015 / às 15:41 / 2 anos atrás

Investigação norte-americana diz que ataque a hospital no Afeganistão foi acidente trágico

WASHINGTON (Reuters) - A investigação norte-americana sobre um ataque mortal em 3 de outubro a um hospital comandado pela organização Médicos Sem Fronteiras na cidade afegã de Kunduz concluiu que o ataque foi um “acidente evitável”, causado essencialmente por erro humano, disse nesta quarta-feira um comandante militar sênior dos Estados Unidos.

General John Campbell do Exército dos Estados Unidos, comandante das forças internacionais e dos EUA no Afeganistão, falando durante uma coletiva de imprensa. 25/11/205. REUTERS/Massoud Hossaini

“Foi um erro trágico. Forças dos Estados Unidos nunca iriam atacar intencionalmente um hospital ou outras dependências protegidas”, disse o general do Exército norte-americano John Campbell, comandante das forças internacionais e norte-americanas no Afeganistão.

Campbell, divulgando os resultados da investigação, disse a repórteres durante entrevista coletiva que os indivíduos ligados ao incidente foram suspensos de suas funções.

Reportagem de Phil Stewart e Yeganeh Torbati

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below