27 de Novembro de 2015 / às 09:04 / 2 anos atrás

Alemanha prende homem que pode ter vendido armas a militantes por trás de ataques em Paris

BERLIM (Reuters) - Procuradores da cidade alemã de Stuttgart confirmaram nesta sexta-feira que prenderam um homem de 34 anos de idade por suspeita de tráfico de armas, mas se negaram a comentar sobre um relato de que ele teria fornecido quatro armas para os militantes por trás dos ataques em Paris.

Homem prestando homenagem às vítimas de ataque em Paris. 21/11/2015 REUTERS/Charles Platiau

“Posso confirmar que um homem está em custódia por suspeita de tráfico de armas”, disse um porta-voz do procurador do Estado de Baden-Wuerttemberg à Reuters, acrescentando que a prisão foi feita na terça-feira.

Anteriormente nesta sexta-feira, o jornal alemão Bild noticiou que o homem era suspeito de ter vendido quatro armas aos militantes que mataram 130 pessoas em Paris em 13 de novembro.

O jornal relatou que quatro armas - duas AK-47 fabricadas na China e duas Zasatva M70 fabricadas na ex-Iugoslávia - foram vendidas online pelo homem em 7 de novembro para um comprador de “descendência árabe”.

Quatro e-mails encontrados no celular do homem indicaram que ele estava em contato com um “árabe em Paris”, relatou o jornal. O Bild acrescentou que procuradores franceses acreditam que as armas foram usadas nos ataques na capital francesa.

Reportagem de Caroline Copley

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below