1 de Dezembro de 2015 / às 21:35 / em 2 anos

Ministro do STF autoriza inquéritos contra Renan e Delcídio, diz fonte

BRASÍLIA (Reuters) - O ministro Teori Zavascki, do Supremo Tribunal Federal, autorizou abertura de inquéritos contra o presidente do Senado, Renan Calheiros (PMDB-AL), e os senadores Delcídio do Amaral (PT-MS) e Jáder Barbalho (PMDB-PA), no âmbito da operação Lava Jato, informou uma fonte do Judiciário.

Senador Renan Calheiros, em Brasília 27/8/2015 REUTERS/Ueslei Marcelino

O ministro do STF acatou pedidos feitos pela Procuradoria-Geral da República. Delcídio, ex-líder do governo no Senado, está preso desde a semana passada por suspeita de tentar obstruir o andamento da Lava Jato, que investiga esquema de corrupção envolvendo a Petrobras.

Renan afirmou por meio de nota na segunda-feira, após a PGR pedir abertura de inquérito, que “suas relações com as empresas públicas nunca ultrapassaram os limites institucionais”. O senador afirmou ainda que “já prestou os esclarecimentos necessários, mas está à disposição para novas informações, se for o caso”.

Nesta terça, a assessoria de imprensa de Renan reiterou o conteúdo da nota divulgada na véspera.

De acordo com a fonte, Zavascki, relator da Lava Jato no STF, também autorizou a abertura de inquérito contra o deputado Aníbal Gomes (PMDB-CE).

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below