9 de Dezembro de 2015 / às 20:45 / em 2 anos

Tendência é Câmara ficar paralisada até STF decidir sobre impeachment, diz Cunha

BRASÍLIA (Reuters) - A tendência da Câmara dos Deputados é ficar paralisada até o Supremo Tribunal Federal (STF) tomar uma decisão sobre o processo de impeachment da presidente Dilma Rousseff, disse nesta quarta-feira o presidente da Câmara, Eduardo Cunha (PMDB-RJ).

Cunha durante sessão na Câmara 8/12/2015 REUTERS/Ueslei Marcelino

Cunha também fez a avaliação que os questionamentos feitos ao Supremo sobre a decisão dele de aceitar um pedido de impeachment contra a presidente não devem prosperar. O presidente da Câmara criticou, ainda, o presidente do Conselho de Ética da Casa, José Carlos Araújo (PSD-BA), que, segundo Cunha, segue um regimento próprio, não o da Casa, na análise de um processo que pede a cassação do presidente da Câmara.

Reportagem de Maria Carolina Marcello

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below