11 de Dezembro de 2015 / às 16:07 / 2 anos atrás

Berzoini garante que PMDB não está deixando o governo

RIO DE JANEIRO (Reuters) - O PMDB não está deixando o governo e não há iminência disso, disse nessa sexta-feira o ministro da Secretaria de Governo, Ricardo Berzoini, após o estremecimento recente da relação entre o Planalto e peemedebistas, justamente num momento em que a presidente Dilma Rousseff enfrenta a possibilidade da abertura de um processo de impeachment.

Ministro Ricardo Berzoini participa de audiência na Câmara dos Deputados, em Brasília. 29/04/2015 REUTERS/Ueslei Marcelino

“O PMDB não está saindo do governo, ao contrário, os ministros (do PMDB) estão todos integrados no esforço de retomar o crescimento econômico e estabilizar politicamente o país”, disse Berzoini a repórteres após participar de entrega de prêmio na Financiadora de Estudos e Projetos (Finep), no Rio de Janeiro.

A relação entre o Palácio do Planalto e o PMDB sempre esteve longe de ser tranquila, mas nesta semana ganhou contornos críticos quando o vice-presidente Michel Temer, que também preside o PMDB, enviou carta à Dilma reclamando do que acredita ser desconfiança dela e do governo em relação a ele e ao partido.

Além disso, também nesta semana, parte da bancada do PMDB na Câmara se aliou à oposição e conseguiu eleger, em disputa agora contestada na Justiça e suspensa pelo Supremo Tribunal Federal (STF), uma chapa alternativa para a comissão especial que analisará a abertura do processo de impeachment na Casa.

Este episódio acabou culminando com a destituição do deputado Leonardo Picciani (PMDB-RJ), um aliado do Planalto, da liderança do partido, e sua substituição por Leonardo Quintão (PMDB-MG), apoiado pelos dissidentes.

Por fim, o presidente da Câmara, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), que está rompido com o governo e aceitou pedido de abertura de processo de impeachment contra Dilma, disse haver um movimento de diretórios estaduais do PMDB para antecipar a convenção do partido, prevista inicialmente para março, justamente para discutir a saída da sigla do governo.

“Política é sempre uma ciência para a gente trabalhar com muita paciência. Sempre dialogando e levando em consideração que os partidos são muitos e com opiniões diferentes”, disse Berzoini.

Também presente no evento, o ministro da Ciência e Tecnologia, Celso Pansera, que é do PMDB e teve sua nomeação influenciada por Picciani, disse que nas conversas que vem tendo com integrantes do partido não viu disposição de deixar o governo e afirmou que a maioria dos deputados peemedebistas é contra o impedimento de Dilma.

”Dentro do partido não vi nada disso e ninguém tratou desse assunto (saída do governo)”, disse Pansera. “Com certeza a maioria dos deputados do nosso partido está contra o impeachment”, disse, acrescentando que Quintão se encontrará com Dilma na semana que vem.

ATÉ JANEIRO

O governo trabalha para que a questão do impeachment tenha um trâmite rápido, pois avalia que assim Dilma terá mais chance de escapar do impedimento, e tem argumentado que a economia e o país sofrem com as incertezas geradas por esse processo. Berzoini disse que o Palácio do Planalto gostaria que o assunto esteja superado até janeiro de 2016.

“Não é bom para o país espera demasiada para a definição... o rito democrático tem que ser preservado e esperamos que o STF tome medidas necessária para garantir o cumprimento da lei e da Constituição”, disse ele.

Na próxima quarta-feira, o STF deve se pronunciar sobre o rito do processo de impedimento da presidente após questionamentos feitos à Corte pelo PCdoB, partido da base do governo, à lei de 1950 que trata do processo de impeachment.

“Não há razão para o Supremo não tomar uma decisão na quarta-feira e no mês de janeiro, após Natal e Ano Novo, se processar o debate e a decisão sobre a matéria”, disse Berzoini.

Reportagem de Rodrigo Viga Gaier

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below