11 de Dezembro de 2015 / às 19:44 / 2 anos atrás

PSDB rebate Dilma e diz que partido tem convicção de que ela cometeu crime de responsabilidade

SÃO PAULO (Reuters) - O PSDB divulgou nota nesta sexta-feira para rebater declarações da presidente Dilma Rousseff de que o partido está por trás do pedido de abertura do processo de impeachment contra ela e afirmou que a base do impeachment é “a voz de milhões de brasileiros”.

Na nota, o partido manifesta convicção de que Dilma cometeu crime de responsabilidade por descumprimento da lei orçamentária, um dia depois de, em reunião com lideranças tucanas que teve a presença do ex-presidente Fernando Henrique Cardoso, o presidente do PSDB, senador Aécio Neves (MG), anunciar que o partido está coeso em torno da defesa do impedimento de Dilma.

“Ao contrário do que o PT fez no passado, ao propor o impeachment dos ex-presidentes Itamar Franco e Fernando Henrique Cardoso, agora, o pedido em discussão na Câmara dos Deputados tem fundamento”, disse a nota tucana.

“A presidente da República equivoca-se mais uma vez ao transferir ao PSDB a responsabilidade exclusiva sobre o processo de impeachment. Na base do impeachment não está um partido político, mas a voz de milhões de brasileiros.”

Mais cedo, Dilma disse em entrevista a jornalistas no Palácio do Planalto que o PSDB está por trás da decisão do presidente da Câmara, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), de aceitar pedido de impeachment contra ela.

Reportagem de Eduardo Simões

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below