24 de Dezembro de 2015 / às 20:44 / em 2 anos

Rússia e Índia estreitam laços com acordos de energia e defesa

MOSCOU (Reuters) - Rússia e Índia assinaram nesta quinta-feira acordos para o reforço da cooperação em energia e defesa, com os indianos buscando modernizar suas Forças Armadas e construir uma indústria nuclear, e os russos, afetados por sanções internacionais, interessados em investimentos e novos mercados.

O presidente russo, Vladimir Putin, disse em uma rápida declaração conjunta com o primeiro-ministro indiano, Narendra Modi, que a Rússia apoia o “fortalecimento do papel de Nova Délhi na resolução de problemas globais e regionais”.

Putin afirmou que a Rússia considera que a Índia está “entre os candidatos mais honoráveis” a ocupar o cargo de membro permanente do Conselho de Segurança da Organização das Nações Unidas (ONU). Mas a agenda do encontro teve como ponto alto a energia e a defesa.

A Rússia está empenhada em desenvolver e aprofundar seus laços econômicos da era soviética com a Índia e vender novas tecnologias para um dos países de mais rápido crescimento do mundo, no momento em que a economia russa está estagnada, afetada por sanções ocidentais e a queda nos preços mundiais do petróleo.

“Nós concordamos em aumentar os fluxos de investimentos recíprocos, graças a uma cooperação industrial mais profunda e a implementação de projetos de infraestrutura e energia em grande escala”, disse Putin.

A Rússia lançou a primeira unidade nuclear da central elétrica de Kudankulam, na Índia, em junho do ano passado, e deverá completar a construção de uma outra em “questão de algumas semanas”, disse Putin, acrescentando que a Rússia vai construir seis unidades nucleares na Índia em 20 anos.

O número de reatores de tipo russo construídos em Kudankulam e em outra instalação poderá subir para 12, segundo o primeiro-ministro indiano, que não especificou o cronograma.

De acordo com Modi, Rússia e Índia vão construir em conjunto 226 helicópteros multitarefa Kamov. Será o primeiro projeto em grande escala de uma iniciativa do governo indiano para incentivar as empresas locais e estrangeiras a fabricar produtos no país.

Reportagem adicional de Vladimir Soldatkin, em Moscou; e de Nidhi Verma, em Nova Délhi

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below