16 de Outubro de 2016 / às 12:22 / em um ano

Rebeldes sírios tomam vila onde Estado Islâmico prometeu batalha final

BEIRUTE (Reuters) - Rebeldes sírios afirmaram que tomaram a vila de Dabiq do Estado Islâmico neste domingo, forçando a saída do grupo jihadista do local no qual prometeu lutar uma batalha final e apocalíptica com o Ocidente.

Os rebeldes, apoiados por tanques e aviões de guerra turcos, também tomaram a vizinha Soran, afirmou Ahmed Osman, chefe do grupo Sultão Murad, uma das facções do Exército Livre da Síria envolvidas nos confrontos de sábado à noite e manhã deste domingo.

“O mito Daesh de sua grande batalha em Dabiq está acabado”, disse ele à Reuters, usando um nome pejorativo para o Estado Islâmico.

Segundo uma profecia islâmica, Dabiq seria o local de uma batalha entre muçulmanos e infiéis que seria o presságio do apocalipse, mensagem amplamente utilizada como propaganda do Estado Islâmico.

Recentemente, o grupo jihadista, no entanto, parece ter se afastado do simbolismo de Dabiq após avanços dos rebeldes apoiados pela Turquia ameaçarem colocar a vila em risco de ser capturada, dizendo que essa batalha não é aquela descrita na profecia.

“Parece que o Daesh deixou totalmente a área”, disse uma fonte militar turca, mas alertando que os grupos do Exército Livre da Síria ainda precisam desativar as minas terrestres do local.

 (Reportagem de Angus McDowall e Tom Perry; reportagem adicional de Orhan Coskun em Ancara)

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below