12 de Novembro de 2016 / às 16:41 / um ano atrás

Rússia prende grupo ligado ao Estado Islâmico que planejava ataques a Moscou

MOSCOU (Reuters) - O Serviço Federal de Segurança da Rússia (FSB) prendeu dez pessoas da Ásia Central com vínculos com o Estado Islâmico, que planejam realizar ataques com armas de fogo e explosivos em Moscou e São Petersburgo, informaram no sábado agências de notícias russas.

O FSB disse em um comunicado que os dez foram detidos com a ajuda do Tajiquistão e do Quirguistão. O comunicado acrescenta que eles estavam planejando ações em locais públicos nas duas cidades russas.

Moscou lançou no ano passado uma campanha de ataques aéreos na Síria para ajudar o presidente Bashar al-Assad contra vários grupos rebeldes, bem como contra o grupo militante Estado Islâmico.

Reportagem de Polina Devitt

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below