7 de Dezembro de 2016 / às 19:27 / em um ano

Premiê italiano Renzi apresenta renúncia; presidente vai consultar partidos

ROMA (Reuters) - O primeiro-ministro italiano, Matteo Renzi, apresentou a sua renúncia nesta quarta-feira após o referendo do fim de semana, no qual os italianos rejeitaram de maneira esmagadora suas propostas de reforma constitucional.

Ex-primeiro-ministro da Itália, Matteo Renzi, fala durante coletiva de imprensa sobre reforma constitucional no palácio Chigi, em Roma, Itália 05/12/2016 REUTERS/Alessandro Bianchi

O presidente Sergio Mattarella pediu a Renzi que continue no cargo enquanto ele faz consultas com os partidos políticos para decidir os próximos passos, informou um comunicado do gabinete do presidente.

As consultas começarão na quinta-feira e devem terminar na tarde de sábado.

Após as consultas, Mattarella deve pedir a um membro do gabinete de Renzi, ou a um político de seu Partido Democrata, que tente formar um novo governo. As eleições estão previstas para 2018, mas muitos políticos estão pedindo que sejam antecipadas.

Reportagem de Gavin Jones

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below