10 de Dezembro de 2016 / às 12:38 / em 10 meses

França busca estender estado de emergência até julho, diz primeiro-ministro

PARIS (Reuters) - O governo francês irá propor a extensão do estado de emergência para até 15 de julho de 2017 por conta das eleições presidenciais e parlamentares no ano que vem, disse neste sábado o primeiro-ministro francês, Bernard Cazeneuve.

O governo socialista impôs o estado de emergência, que dá poderes estendidos à polícia para buscas e prisões, em novembro do ano passado após ataques em Paris.

A extensão precisa ser aprovada pelo Parlamento, que irá debater a proposta na terça-feira. O Senado irá revisá-la na quinta-feira.

O estado de emergência, que terminaria em meados de janeiro, já foi estendido quatro vezes, à medida que o governo ainda considera alto o risco de ataques armados de militantes islâmicos.

A França irá realizar eleições presidenciais em abril e maio, seguidas pelas eleições parlamentares, em junho.

O estado de emergência é criticado por algumas pessoas, que acreditam ser ineficiente e uma infração aos direitos civis.

Reportagem de Yves Clarisse

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below