12 de Dezembro de 2016 / às 13:20 / em um ano

Exportadores de carne bovina do Brasil projetam leve recuperação em 2017

SÃO PAULO (Reuters) - As exportações de carne bovina do Brasil deverão crescer para 1,5 milhão de toneladas em 2017, após ficarem estagnadas em 1,4 milhão de toneladas em 2016, estimou nesta segunda-feira a associação das indústrias exportadoras (Abiec).

O patamar de 1,5 milhão de toneladas já havia sido alcançado em 2013 e 2014. Em 2015, o volume foi de 1,4 milhão de toneladas.

Um ano atrás, a Abiec havia estimado que os embarques de 2016 deveriam crescer 25 por cento, mas os volumes ficaram estáveis devido a dificuldades nas vendas para Egito, Rússia, Irã e Venezuela, países que vivem diferentes crises políticas e econômicas.

Em faturamento, a previsão para 2017 é de 6 bilhões de dólares, ante 5,5 bilhões em 2016 e 5,9 bilhões em 2015.

A entidade espera que o número de países comprando carne bovina do Brasil cresça em 2017, ante 133 em 2016, devido à perspectiva de abertura de novos mercados na Coreia do Sul, Taiwan, Indonésia, Canadá, México e Japão.

Além disso, 2017 será um ano em que as exportações para os Estados Unidos deverão ser destaque, após a abertura dos negócios com carne in natura em meados de 2016.

Por Gustavo Bonato

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below