27 de Dezembro de 2016 / às 09:17 / 10 meses atrás

Rússia chama de ato hostil decisão dos EUA de fornecer armas a rebeldes sírios

Rebelde perto de ônibus para retirada de moradores de vilas xiitas na Síria. 20/12/2016. REUTERS/Ammar Abdullah

MOSCOU (Reuters) - O Ministério das Relações Exteriores da Rússia disse nesta terça-feira que viu a decisão dos Estados Unidos de flexibilizar restrições ao fornecimento de armas aos rebeldes sírios como um “ato hostil” que ameaça a segurança dos aviões de combate e de militares russos, disse a agência de notícias RIA.

Segundo a agência, o ministério disse que o governo do presidente norte-americano, Barack Obama, está tentando complicar a situação do mundo antes do presidente eleito dos EUA, Donald Trump, tomar posse em janeiro.

Obama revogou algumas restrições às entregas de armas a rebeldes sírios neste mês.

A Rússia, cuja Força Aérea está apoiando o governo do presidente sírio, Bashar al-Assad, disse que a medida é arriscada e que as armas podem acabar nas mãos de “terroristas”.

Reportagem de Peter Hobson

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below