6 de Janeiro de 2017 / às 12:45 / em um ano

Morrem ao menos 33 presos em presídio de Roraima, diz governo

(Reuters) - Pelo menos 33 presos foram encontrados mortos em uma penitenciária de Roraima na madrugada desta sexta-feira, informou o governo estadual, dias após uma rebelião em um presídio de Manaus ter deixado 56 mortos como resultado de uma briga entre facções.

De acordo com a Secretaria de Comunicação do governo do Estado, a polícia ainda está no interior da Penitenciária Agrícola de Monte Cristo avaliando a situação. A secretaria não tinha mais detalhes sobre as mortes.

As mortes em Roraima acontecem depois que uma rebelião dentro do Complexo Penitenciário Anísio Jobim (Compaj), em Manaus, terminou com 56 mortos, no mais violento motim registrado no país desde o episódio conhecido como Massacre do Carandiru, em São Paulo, em 1992, que terminou com 111 presos mortos.

Como resultado da rebelião na capital do Amazonas, o governo federal decidiu antecipar a apresentação de um Plano Nacional de Segurança Pública, que visa a combater o crime organizador e modernizar a gestão de presídios.

Por Pedro Fonseca, no Rio de Janeiro

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below