8 de Janeiro de 2017 / às 13:17 / em 9 meses

Nova rebelião em cadeia pública de Manaus deixa ao menos 4 detentos mortos

SÃO PAULO (Reuters) - Ao menos quatro presos morreram neste domingo em nova rebelião na cadeia pública do centro de Manaus (AM), reforçando a crise que toma conta do sistema carcerário brasileiro e já deixou quase 100 detentos mortos como resultado da briga entre facções criminosas, informou a mídia local.

O motim teve início por volta das 3h da madrugada (horário local) na Cadeia Pública Desembargador Raimundo Vidal Pessoa, afirmou o secretário de Administração Penitenciária do Amazonas, Pedro Florêncio, ao portal de notícias G1.

A cadeia havia recebido os detentos transferidos de prisões no Estado do Amazonas que foram palco de rebeliões que culminaram na morte de mais de 60 presos na última semana.

Ainda segundo o G1, a situação estaria sob controle e está sendo feita a contagem dos presos. O governo do Estado do Amazonas não retornou de imediato contatos feitos por telefone e email.

Na madrugada de sexta-feira, 33 detentos também foram encontrados mortos em uma penitenciária no Estado vizinho de Roraima.

A atual onda de violência no sistema carcerário brasileiro é a pior desde o episódio conhecido como Massacre do Carandiru, em São Paulo, em 1992, que terminou com 111 presos mortos.

Por Gabriela Mello e Brad Brooks

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below