8 de Janeiro de 2017 / às 14:52 / em um ano

Caminhão dirigido por palestino avança sobre pedestres e mata 4 em Jerusalém

JERUSALÉM (Reuters) - Um caminhão avançou neste domingo sobre pedestres em uma movimentada avenida em Jerusalém, matando quatro pessoas e ferindo outras 15, de acordo com autoridades policiais e de resgate.

A polícia identificou o condutor como um palestino do leste de Jerusalém e informou que ele foi morto a tiros. O ataque tinha como alvo soldados israelenses que desembarcavam de um ônibus na área de Armon Hanatziv.

“É um ataque terrorista, um ataque de colisão”, disse uma porta-voz da polícia à Radio Israel. A polícia afirmou que os mortos, três mulheres e um homem, tinham todos cerca de 20 anos, mas não forneceu detalhes adicionais sobre as vítimas. Em Israel, as mortes de soldados são divulgadas somente depois que as famílias são notificadas.

Um motorista de ônibus que testemunhou o incidente afirmou na rádio que o caminhão se chocou contra um grupo de soldados, e que eles atiraram contra o motorista, que deu ré e passou por cima deles mais uma vez.

“Eles atiraram nele, até neutralizá-lo”, disse o motorista de ônibus, que se identificou apenas como Moshe. Emissoras israelenses informaram que o motorista foi morto, e imagens mostravam buracos de bala no para-brisa do caminhão.

Conforme canais de TV locais, ao menos quatro pessoas foram mortas e cerca de 15 feridos estavam espalhados pelas ruas de Armon Hanatziv, com vista para a Cidade Velha de Jerusalém.

Por Jeffrey Heller

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below