18 de Janeiro de 2017 / às 17:56 / em 9 meses

Líderes da UE elogiam clareza sobre Brexit; Merkel diz que bloco está unido para conversas

BERLIM (Reuters) - Líderes da União Europeia elogiaram nesta quarta-feira a clareza do Reino Unido sobre o que deseja nas conversas sobre o Brexit, com a chanceler da Alemanha, Angela Merkel, prometendo uma frente unida no que serão negociações “muito intensas”.

O primeiro-ministro da Itália, Paolo Gentiloni, e a chanceler alemã, Angela Merkel, concedem entrevista em Berlim. 18/01/2017. REUTERS/Fabrizio Bensch

    Respondendo ao discurso de terça-feira da primeira-ministra britânica, Theresa May, que deixou claro que o Reino Unido irá deixar o mercado único da União Europeia, Merkel elogiou o fato de Londres ter aceitado que o movimento livre de cidadãos da UE não é algo que pode ser descartado sem se perder outros direitos da UE.

    “Não pode ser selecionado apenas o conveniente pelo Reino Unido nas negociações do Brexit”, disse Merkel durante uma conferência econômica, acrescentando que acesso ao mercado único do bloco é em última instância ligado a aceitar as quatro liberdades da UE: movimentação de bens, capital, pessoas e serviços.

    “O discurso feito pela primeira-ministra britânica, Theresa May, nos deu uma impressão clara de como o Reino Unido quer prosseguir”, disse Merkel durante entrevista coletiva ao lado do primeiro-ministro italiano, Paolo Gentiloni.

    “O principal é que a Europa não se deixe dividir e que tenhamos certeza disto através de diálogos muito intensos”, disse Merkel.

    Gentiloni disse que a UE está “pronta para discutir a questão com a abordagem correta, que é em solidariedade e amizade com o Reino Unido”.

    O primeiro-ministro sueco, Stefan Lofven, disse ter medo de que o período de dois anos de negociação que terá início quando o Reino Unido invocar o processo formal de saída do bloco não seja suficiente.

    “Todos precisam pensar no cronograma para estas negociações, porque, na prática, temos não mais do que talvez um ano e meio, talvez um pouco mais”, disse Lofven a repórteres no Fórum Econômico Mundial, em Davos, Suíça.

    “Outono de 2018, isto é um tempo muito, muito curto para estas negociações complexas, então penso que o Reino Unido... está um pouco otimista sobre o cronograma.”

    Embora o presidente da Comissão Europeia, Jean-Claude Juncker, tenha dito que negociadores da UE não estão com um “sentimento hostil” em relação ao Reino Unido, o premiê da Eslováquia disse que a UE precisa garantir que o Reino Unido não receba um acordo que seja prejudicial aos 27 membros que continuarão no bloco.

    “Estou convencido de que em nenhum caso um acordo futuro será mais favorável ao Reino Unido do que à participação atual na União Europeia”, disse Robert Fico durante entrevista coletiva.

    “Negociações sobre o Brexit serão duras e dolorosas e será errado se (os que permanecerem na UE) fiquem mais fracos e o Reino Unido mais forte.”

Reportagem de Michelle Martin, Gernot Heller, Crispian Balmer e Gavin Jones, em Roma, Simon Johnson, em Estocolmo,  e Tatiana Jancarikova, em Bratislava

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below