19 de Janeiro de 2017 / às 20:35 / em 9 meses

Relator da Lava Jato no STF, Teori Zavascki morre em acidente aéreo perto de Paraty

Judge Teori Zavascki 11/03/2015. REUTERS/Ueslei Marcelino

BRASÍLIA/SÃO PAULO (Reuters) - O ministro Teori Zavascki, relator da Lava Jato no Supremo Tribunal Federal (STF), morreu nesta quinta-feira em um acidente aéreo perto de Paraty, no litoral do Estado do Rio de Janeiro, informou o filho Francisco Prehn Zavascki, em sua conta no Facebook.

“Caros amigos, acabamos de receber a confirmação de que o pai faleceu! Muito obrigado a todos pela força!”, postou Francisco Prehn Zavascki.

Mais cedo, bombeiros disseram que chovia muito no local do acidente e que tinham conseguido visualizar três vítimas presas no avião, que se encontrava submerso, sem identificá-las.

Segundo a Marinha, 50 militares e três embarcações estavam envolvidos nas buscas, além da equipe do Corpo de Bombeiros do Estado do Rio de Janeiro e de barcos pesqueiros.

O avião Hawker Beechcraft era um modelo C90GT e pertencia ao grupo Emiliano. Tinha capacidade para sete passageiros.

Como relator da Lava Jato, Teori, de 68 anos, era responsável por autorizar ações contra pessoas com foro privilegiado, como políticos.

Era esperado que o ministro decidisse em fevereiro se homologaria ou não o acordo de delação premiada de 77 executivos da Odebrecht. O acordo é apontado como tendo potencial explosivo para boa parte da classe política que teve o nome citado pelos executivos da empreiteira.

Teori se tornou ministro do Supremo em novembro de 2012 e a relatoria da Lava Jato é o caso mais proeminente assumido por ele desde que chegou à corte.

O Regimento Interno do STF determina, no artigo 38, que em caso de morte a relatoria de um processo poderá ser assumida pelo ministro que for indicado para a vaga na Corte. Mas outro artigo do regimento também prevê a redistribuição do processo em alguns casos.

A assessoria de imprensa do STF não pôde imediatamente informar os trâmites para a definição da nova relatoria, já que ainda não obteve a confirmação oficial da morte do ministro.

Reportagem adicional de Eduardo Simões e Bruno Federowski, em São Paulo, e Rodrigo Viga Gaier, no Rio de Janeiro

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below