3 de Fevereiro de 2017 / às 11:43 / em 9 meses

Soldado francês fere a tiros agressor que tentou entrar no Louvre com facão

Soldados, policiais e bombeiros vistos na frente do Museu do Louvre, em Paris. 03/02/2017 REUTERS/Christian Hartmann

PARIS (Reuters) - Um soldado francês atirou e feriu nesta sexta-feira um homem armado com um facão e com duas bolsas nas costas que tentava entrar no Museu do Louvre, em Paris, em um incidente que a polícia disse ter parecido ser um ataque terrorista.

O homem gritou Allahu Akbar (Deus é grande) e atacou outro soldado antes de ser alvejado perto de uma loja do museu, informou a polícia, acrescentando que uma segunda pessoa também foi detida por agir de maneira suspeita.

O agressor está vivo, mas seriamente ferido, disse o chefe da polícia parisiense, Michel Cadot, a repórteres no local do incidente, acrescentando que as bolsas que o homem levava não continham explosivos.

“O soldado disparou cinco tiros”, disse Cadot, descrevendo como o homem avançou ameaçadoramente sobre os militares. “Foi um ataque de uma pessoa... que representou uma ameaça direta e cujas ações sugeriram um contexto terrorista”.

A procuradoria francesa informou que abriu uma investigação antiterrorismo sobre o caso.

Ainda não se conhece a identidade e a nacionalidade do agressor, disse o porta-voz do Ministério do Interior francês, Pierre-Henry Brandet, a repórteres.

A polícia isolou e esvaziou a área ao redor do museu nesta sexta-feira e controlou a saída dos visitantes que se encontravam em seu interior.

A França foi alvo de uma série de ataques de militantes islâmicos ao longo dos dois últimos anos, que mataram mais de 230 pessoas e foram assumidos pelo grupo Estado Islâmico.

O país está a menos de três meses de uma eleição presidencial na qual a segurança e os temores com o terrorismo estão em destaque, e se encontra sob estado de emergência desde novembro de 2015.

Paris também marcou para esta sexta-feira o lançamento oficial de sua candidatura à Olimpíada de 2014, com um espetáculo na Torre Eiffel, perto das 15h30 (horário de Brasília).

O ataque mais recente na França com mortos aconteceu em julho em Nice, cidade do sul francês, quando um homem lançou um caminhão contra uma multidão em uma avenida à beira-mar e matou 86 pessoas.

Em setembro, em uma tentativa de ataque, um grupo de mulheres estacionou um carro contendo cilindros de gás perto da catedral de Notre Dame, em Paris.

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below